Resultados da busca no mês Mar, 2009



Jovens Agentes Voluntários do Brincar

Jovens voluntários do Projeto Decolar 2009

O Projeto Decolar deu início as suas atividades de 2009, reunindo os jovens participantes num primeiro encontro, realizado no dia 09 de março, na empresa Helipark, patrocinadora da iniciativa.

Durante toda a tarde, os jovens puderam encontrar os demais colegas das escolas participantes, além de conhecerem as propostas de ação do Decolar para este ano e o cronograma de atividades dos meses de março e abril (veja aqui).

Os jovens conheceram também o trabalho da Helipark e visitaram as dependências da empresa, instalada na cidade de Carapicuíba, São Paulo.

Conheça algumas brincadeiras utilizadas pelos Agentes do Brincar no Projeto Decolar 

Fonte: www.educacaofisica.com.br

  1. Desenhe no chão, com um giz, um diagrama com os números de 1 a 10 (sendo que o 1 fica num quadrado e, em seqüência, o 2 e 3 em quadrados lado a lado, depois o 4 sozinho e assim por diante). No início do diagrama colocar a palavra “inferno” em um círculo e no final a palavra “céu” em outro círculo. A regra é não pisar onde está a pedra.
  2. O primeiro a jogar fica no “inferno” e lança uma pedra, mirando no número 1. Se acertar, pula com dois pés, um na casa 2 e outro na casa 3.
  3. Em seguida, pula com um pé na casa 4 e segue alternando os pulos – com um pé quando tem um quadrado e com dois quando tem dois quadrados. Repete até chegar ao número 10.
  4. Deve pisar no círculo “céu” com os dois pés.
  5. Para voltar, faz a mesma coisa, abaixando um pouco no número 2 para pegar a pedra que ficou no número 1, pulando depois para o “inferno” com os dois pés.
  6. Se o jogador acertar tudo – não pode pisar na linha e nem fora da casa – ele começa novamente, mas desta vez jogando a pedra na casa 2.
  7. Terá então de pular com um pé na casa 1, 3 e 4.
  8. E assim a brincadeira segue até que o jogador erre e passe a vez para o próximo companheiro.
  9. Quem sai do jogo, quando volta, começa de onde errou.

Fonte:www.educacaofisica.com.br

Duas crianças batem a corda, uma de cada lado e, no meio, uma outra pula ao ritmo da música, fazendo todos os movimentos sugeridos:

Um homem bateu em minha porta
E eu abri
Senhoras e senhores: põe a mão no chão
Senhoras e senhores: pule de um pé só
Senhoras e senhores: dê uma rodadinha
E vá pro olho da rua
Ra, re, ri, ro, rua

Ao falar a palavra rua, o jogador deve sair da corda e dar lugar ao próximo.

Leia também: