educador-brincante-2Promover brincadeiras, criar e conduzir interações entre as crianças parece tarefa fácil. Mas não é tão simples assim e exige do educador disposição e conhecimentos sobre o “brincar”.

Afinal, esse ato ajuda no desenvolvimento dos pequenos em diferentes fases da vida e influencia os comportamentos em casa e na escola.

Veja nesse post algumas dicas e reflexões sobre como ser e o papel do bom educador que brinca:

O primeiro passo para desenvolver as habilidades de educador brincador – brincante é refletir sobre as origens e o ato de brincar:

-    Quando o brincar é ruim?
R.: quando resulta em agressividade, brigas, bulling, agitação excessiva…

-    Quando o brincar é bom?
R.: quando resulta em novos aprendizados, novos desafios, novos amigos. Quando as crianças ficam felizes e em paz.

Isso porque o brincar:

-    Desenvolve o pensamento
-    Disciplina a vontade
-    Educa para valores.

Outra questão importante para o educador brincador é perceber que o encontro com as crianças são momentos preciosos porque ele tem a chance ajudá-las a vivenciar o lado bom do brincar. Mas pra isso é necessário que ele se coloque na condição de educador.

brincar-educadorO verdadeiro educador

(Extraído das ideias do professor Jean Laund, no livro Arte e Educação)

-   O verdadeiro educador - é aquele que entende profundamente o assunto que se propõe a ensinar e que consegue traduzir e compartilhar esse conhecimento com seus alunos, de forma que eles consigam aprender.

-    É como se ele se colocasse na posição de quem aprende e pudesse, de novo, admirar-se com aquela situação, junto com seus alunos, como se fosse a 1ª vez.

-    Para isso, o educador precisa sair de si mesmo, colocar-se na posição de seu aluno, falar de coisas que ele conhece e gosta, de forma a conduzi-lo a um universo de coisas que ele ainda desconhece, mas que podem fazer muito sentido em sua vida.

-    Mas como é possível que um educador que já estudou e que já sabe, possa sempre de novo admirar-se com as descobertas de seus alunos, como se fosse a 1ª vez?

-    O segredo desse aparente paradoxo está no amor, que permite ao educador colocar-se no lugar de seus alunos e oferecer aquilo que eles precisam e podem aprender.

-    Há muitas formas de amar e uma das mais belas é essa capacidade que certos educadores têm de entusiasmar-se ao ver seus alunos descobrindo as realidades do mundo a partir de sua ação educativa.

Como o educador pode ajudar as crianças a brincar?

-    Se colocar no lugar da criança e tentar descobrir que brincadeira lhe faria feliz naquele instante.

-    Há muitas maneiras de fazer isso: olhar para elas com carinho e respeito, perguntar o nome ou alguma outra coisa que tenham interesse, e fazer o convite: “vamos brincar?”. Ou: “do que você gostaria de brincar agora?” Ou, ainda: “Você conhece alguma brincadeira bem legal (com corda, com mãos etc)?”

-    Nesse processo, é possível ensinar e aprender novas brincadeiras com elas, cuidando sempre para que possam brincar felizes e em paz. Essa é a maior missão do educador brincador.
crianca_brincando